Detalhamento dos cursos enquadrados dentro da área “indústria criativa” do Ciência Sem Fronteiras gera polêmica, uma vez que nenhum curso de ciências humanas foi incluído . Leia matéria publicada pelo Globo sobre o assunto.