Bolsas

Bolsas e Auxílios de Pós-Graduação oferecidos por diversas instituições para Brasileiros no Reino Unido(atualizado em maio de 2010)
Encontre aqui uma compilação dos recursos disponíveis para brasileiros buscando realizar estudos de pós-graduação no Reino Unido. Apesar de longa, esta lista não deve ser considerada completa ou atualizada, e não nos responsabilizamos pelas informações aqui contidas. Recomendamos sempre procurar informações atualizadas diretamente com as instituições concedentes, bem como com as instituições acadêmicas britânicas.Caso você encontre algum erro ou desatualização, ou venha a ficar sabendo de alguma bolsa que não consta aqui, favor enviar a informação para o endereço diretoria@abep.org.uk.


1. Bolsas Brasileiras

1.1. Doutorado Pleno

Intituições cedentes: CNPq e CAPES.

Tipo de bolsa/Duração: Doutorado pleno (máx. 48 meses).

Descrição: Bolsas-padrão do governo federal para doutorandos no exterior. Objetivam formar doutores em centros de excelência no exterior, prioritariamente em áreas carentes e/ou estratégicas para o país. Após retornar ao Brasil o recém-doutor deve permanecer lá trabalhando em sua área de estudo pelo período em que recebeu o auxílio.

Critério de seleção: Comprovar titulação de mestre ou formação equivalente; ter produção científica compatível com sua qualificação; comprovar proficiência em idioma requerido para o curso; não ser aposentado; evidência de contato (fax, e-mail, etc.) com instituição (ões) selecionada(s) e futuro(s) orientador(es).

Valor: A mensalidade-padrão costuma ser de US$1.100, convertido em libras (no CNPq em câmbio fixo; na CAPES, em câmbio flutuante mês a mês). Esse valor é modificado de acordo com a situação empregatícia do bolsista e o número de dependentes. Outros benefícios: auxílio-instalação, passagem aérea para o bolsista (e para o primeiro dependente, desde que sua permanência no exterior seja maior que seis meses ininterruptos), seguro-saúde (dependendo do país de destino) e taxas escolares.

Inscrições: Em 2010: Para o CNPq até 04 de março, para vigência a partir de agosto de 2010; para a CAPES, até 22 de fevereiro de 2010, para vigência a partir do segundo semestre de 2010.

Observação: A ABEP recomenda a todos os bolsistas do CNPq/CAPES que tentem também obter uma bolsa ORS do governo britânico (v. adiante), a qual pode ser acumulada com a bolsa brasileira, poupando os recursos de nossas agências de fomento.

Mais informações:

http://www.cnpq.br/normas/rn_07_021_anexo4.htm

http://www.cnpq.br/bolsas/index.htm

http://www.capes.gov.br/bolsas/bolsas-no-exterior


1.2. Doutorado “sanduíche”

Intituições cedentes: CNPq e CAPES.

Tipo de bolsa/duração: Doutorado parcial (máx. 12 meses).

Descrição: Bolsa para realizar parte dos estudos de doutorado. Objetiva apoiar aluno formalmente matriculado em curso de doutorado no país para complementar, no exterior, o desenvolvimento da tese de doutorado a ser defendida no Brasil, mediante aprofundamento teórico, coleta e/ou tratamento de dados ou desenvolvimento parcial da parte experimental de sua tese.

Critério de seleção: CNPQ: O candidato deve estar matriculado em curso de doutorado no Brasil, retornando ao país com antecedência mínima de 6 meses antes de completar 48 meses do curso. Deve ainda: ter concluído os créditos do curso; ter obtido aprovação no exame de qualificação e/ou no projeto de tese; comprovar proficiência em idioma requerido para a atividade e não ser aposentado. O orientador no Brasil deve apresentar evidência de contato com o orientadador proposto no exterior. CAPES: o candidato deve estar matriculado em programa de doutorado no Brasil avaliado pela CAPES com nota superior ou igual a 3; deve utilizar obrigatoriamente, se disponível, a cota institucional do Programa de Doutorado no País com Estágio no Exterior (PDEE); recomenda-se que o candidato procure informar-se sobre o PDEE na coordenação do programa em que está matriculado; não deve ultrapassar 48 meses no período total do doutorado, devendo o tempo de permanência no exterior ser previsto de modo a restarem, no mínimo, seis meses no Brasil para a redação final e defesa da tese; deve ter completado um número de créditos igual ou superior a 70% dos necessários a obtenção do título.

Valor: O mesmo do Doutorado Pleno.

Inscrições: Até 90 dias (CNPQ) ou 120 dias (CAPES) antes de início da atividade.

Mais informações:

http://www.cnpq.br/normas/rn_07_021_anexo3.htm

http://www.capes.gov.br/bolsas/bolsas-no-exterior/bolsistas-ativos/estagio-de-doutorando


1.3. Treinamento no Exterior

Intituições cedentes: CNPq.

Tipo de bolsa/duração: Aperfeiçoamento (4 a 12 meses).

Descrição: Objetiva propiciar, em centros de excelência no exterior, treinamento qualificado necessário ao desenvolvimento de grupos de pesquisa, no Brasil, em áreas carentes ou altamente especializadas.

Critério de seleção: Comprovar qualificação mínima equivalente ao nível de mestre; comprovar proficiência em idioma requerido para a atividade; estar vinculado à programação específica de instituição/grupo de pesquisa; não ser aposentado.

Valor: O mesmo do doutorado pleno do CNPq.

Inscrições: O mesmo do doutorado pleno do CNPq.

Mais informações: http://www.cnpq.br/normas/rn_07_021_anexo5.htm.


2. Bolsas estrangeiras para o Reino Unido em geral

2.1. Overseas Research Student Award (ORS)

Instituição concedente: Comitê de Reitores [Comitee of Vice-Chancellors and Principals] das Universidades britânicas.

Tipo de bolsa: Complementação de taxas escolares.

Duração: 1 ano, renovável por até mais 2.

Descrição: Bolsa visando reduzir as taxas escolares pagas por estudantes estrangeiros de Doutorado (ou de Mestrado em cursos que envolvam pesquisa) em universidades britânicas até o nível pago pelos cidadãos da Comunidade Européia. O desconto representa geralmente cerca de dois terços do valor total das taxas escolares. Note que o bolsista nada recebe em pessoa, o desconto é realizado diretamente no valor da taxa escolar que ele ou seu patrocinador deve pagar. Por este motivo, a CAPES e o CNPq permitem que esta bolsa seja acumulada com a bolsa de Doutorado brasileira. A ABEP recomenda fortemente que todo bolsista brasileiro concorra a uma dessas bolsas: além de engordar o currículo, cada bolsa ORS representa cerca de £7000-9000 poupados anualmente para as nossas agências de fomento, suficientes para pagar por exemplo a bolsa de um doutorando no Brasil! Cerca de 800 bolsas são concedidas anualmente, sendo repartidas pelas diversas universidades britânicas. A seleção é feita em duas etapas: cada universidade pré-seleciona um certo número de candidatos, cujos nomes são em seguida enviados ao órgão central (CVCP) para a elaboração da lista final. Universidades de maior prestígio (e.g. Oxford, Cambridge e outras) têm direito a pré-selecionar mais candidatos.

Critério de seleção: “Potencial e mérito acadêmico extraordinários”, independente de nacionalidade ou área de estudo. Na prática, o prestígio do orientador é também fator importante.

Inscrições: A inscrição é feita por meio de formulário obtido junto à universidade desejada, e pode ser realizada a qualquer momento antes ou durante o curso de pós-graduação. (No caso de inscrições antes de iniciar o curso, é necessário já ter contatado o orientador, o qual precisa preencher certos campos e assinar o formulário). O prazo de inscrição depende de cada universidade, em geral encerra-se entre janeiro-março. Note que em caso de recusa sempre é possível se aplicar novamente no ano seguinte.

Observações: Diversas outras bolsas oferecidas por entidades no Reino Unido exigem que o candidato se inscreva também para tentar uma bolsa ORS.

Mais informações: http://www.orsas.ac.uk/.

Lista de universidades:

ORS em Londres

    • Birkbeck College

web-site: http://www.bbk.ac.uk/email: studentships@bbk.ac.uk

    • Brunel University

web-site: http://www.brunel.ac.uk

    • City University, London

web-site: http://www.city.ac.uk/email: ors@city.ac.uk

    • The Courtauld institute of Art (no new awards available)

web-site: http://www.courtauld.ac.uk/email: pgadmissions@courtauld.ac.uk

    • University of East London

web-site: http://www.uel.ac.uk/gradschool/email: gradschool@uel.ac.uk

    • Institute of Education

web-site: http://www.ioe.ac.uk/email: doc.enquiries@ioe.ac.uk

    • Goldsmiths College, University of London

web-site: http://www.goldsmiths.ac.uk/email: orsas@gold.ac.uk

    • University of Greenwich

web-site: http://www.gre.ac.uk/email: researchoffice@gre.ac.uk

    • Imperial College London

web-site: http://www.imperial.ac.uk/email: scholarships@imperial.ac.uk

    • King’s College London

web-site: http://www.kcl.ac.uk/email: graduateschool@kcl.ac.uk

    • Kingston University

web-site: http://www.king.ac.uk/email: orsas@kingston.ac.uk

    • University of London

web-site: http://www.lon.ac.uk/

    • Institute for the Study of the Americas

web-site: http://americas.sas.ac.uk/email: americas@sas.ac.uk

    • The Warburg Institute

web-site: http://www2.sas.ac.uk/warburg/email: warburg@sas.ac.uk

    • School of Advanced Study

web-site: http://www.sas.ac.uk/email: postgrad@sas.ac.uk

    • London School of Economics and Political Science

web-site: http://www.lse.ac.uk/email: financial-support@lse.ac.uk

    • London School of Hygiene & Tropical Medicine

web-site: http://www.lshtm.ac.uk/email: registry@lshtm.ac.uk

    • London South Bank University

web-site: http://www.lsbu.ac.uk

    • Middlesex University

web-site: http://www.mdx.ac.uk/email: MURO@mdx.ac.uk

    • School of Oriental and African Studies

web-site: http://www.soas.ac.uk/email: scholarships@soas.ac.uk

    • School of Pharmacy

web-site: http://www.ulsop.ac.uk/email: phd@ulsop.ac.uk

    • Queen Mary, University of London

web-site: http://www.qmw.ac.uk/email: admissions@qmul.ac.uk

    • Royal Academy of Music

web-site: http://www.ram.ac.uk/email: orsas@ram.ac.uk

    • Royal College of Art

web-site: http://www.rca.ac.uk/email: admissions@rca.ac.uk

    • Royal Holloway, University of London

web-site: http://www.rhbnc.ac.uk/email: graduate-school@rhul.ac.uk

    • Royal Veterinary College

web-site: http://www.rvc.ac.uk/email: graduateschool@rvc.ac.uk

    • St George’s Hospital Medical School

web-site: http://www.sghms.ac.uk/

    • University College London

web-site: http://www.ucl.ac.ukemail: scholarships@ucl.ac.uk

    • University of Westminster

web-site: http://www.westminster.ac.uk/email: researchadmissions@wmin.ac.uk

    • Wimbledon School of Art (no new awards available)

web-site: http://www.wimbledon.ac.uk/email: researchcentre@wimbledon.ac.ukORS em outras regiões do Reino Unido:


2.2. Chevening Scholarships

Instituição concedente: British Council e Foreign Office do gov. britânico.

Tipo de bolsa/Duração: Mestrado (1 ano em geral) ou curso de curta duração.

Descrição: Bolsa para estudos de aprofundamento em área industrial, política, comercial, financeira, social, jornalística, ambiental ou jurídica, entre outras. As áreas de línguas e artes não estão incluídas. Não se aplica tampouco a estágios práticos ou de pesquisa.

Critério de seleção: Mérito acadêmico, e possuir graduação.

Valor: Taxas escolares, manutenção para 1 pessoa e auxílio para livros/instalação/roupas de inverno, no valor total de até £13.000. Cursos que exijam mais (inclusive Mestrados com duração superior a 1 ano) podem ser cobertos parcialmente.

Inscrições: Até 31 de julho de cada ano, para cursos iniciando a partir de abril do ano seguinte.

Mais informações: http://www.chevening.com/how-to-apply/brazil-0 ou http://www.britishcouncil.org/br/brasil.htm.


2.3. Shell Centenary Scholarships

Instituição concedente: Shell & Foreign Office do governo britânico.

Tipo de bolsa/duração: Mestrado (1 ano).

Área: Diversas, incluindo Ciências Aplicadas e Tecnologia, Ciências Ambientais, Economia, Administração e Direito.

Descrição: Cerca de 50 bolsas/ano são oferecidas para candidatos de diversos países em desenvolvimento, inclusive o Brasil. As bolsas podem ser usufruídas em algumas das principais universidades britânicas: Cambridge, Durham, Edimburgo, Imperial College, Oxford e University College London. Critérios de seleção: Mérito acadêmico, inglês fluente (7.5 no IELTS), ter menos de 35 anos e não ser ou ter sido empregado do grupo Shell. Inscrições: prazos variam de universidade para universidade.

Observações: Os cursos disponíveis também variam de universidade para universidade. Vide no link abaixo para mais detalhes.

Valor: Cobre as taxas universitárias (e de Colleges onde necessário), gastos com acomodação e dá uma bolsa de subsistência “suficiente para um aluno solteiro”. Também paga uma passagem de ida/volta para o país de origem.

Mais informações: http://www.shellscholar.org.


2.4. Ford Foundation International Fellowship

Instituição concedente: Fundação Ford, através da Fundação Carlos Chagas.

Tipo de bolsa/duração: Mestrado ou Doutorado (até 3 anos).

Áreas: Qualquer uma relacionada com os 15 campos de atuação da Fundação Ford, que são principalmente em áreas de ciências humanas e desenvolvimento (v. link abaixo p/ mais detalhes).

Descrição: Programa mundial da Ford Foundation para estudantes de países do terceiro mundo. A bolsa visa ajudar a estimular o desenvolvimento social e econômico nesses países. Pode ser usufruída em qualquer instituição acadêmica do mundo.

Critérios de seleção: “Potencial acadêmico e de liderança e compromisso com a resolução de problemas concretos de sua comunidade ou país”. É preciso ter diploma de graduação (para o Mestrado) ou de mestrado (para o Doutorado) com demonstração de bom nível acadêmico. São privilegiados candidatos que: sejam residentes nas regiões Norte ou Nordeste; sejam de origem étnico-racial negra ou indígena; tiveram poucas oportunidades econômicas e educacionais; ou que assumem responsabilidades e encargos familiares. Também é recomendável ter experiência de trabalho comunitário e/ou ligado a desenvolvimento social.

Inscrições: variam a cada ano, mas geralmente antes de Abril.

Valor: Cobre mensalidades/taxas e manutenção. Há ainda apoio para a participação em cursos curtos de treinamento (em idiomas, informática e outros) e estímulo à participação de redes envolvendo outros bolsistas da Fund. Ford.

Mais informações: http://www.programabolsa.org.br/.


2. 5. Joint Japan/World Bank Graduate Scholarship

Instituição concedente: Banco Mundial.

Tipo de bolsa/duração: Mestrado (1 ano, renovável por mais 1 se necessário).

Área: qualquer uma relacionada com Desenvolvimento, especialmente economia, administração (não MBA), meio-ambiente, planejamento urbano/rural, saúde pública e políticas públicas em geral.

Descrição: Bolsa financiada pelo governo japonês, usufruível em qualquer país diferente do de origem do candidato (ou seja, cobre cursos de brasileiros na Inglaterra).

Critérios de seleção: Candidatos devem ter menos de 45 anos (de preferência, menos de 35), graduação com boas notas em área ligada a Desenvolvimento, e pelo menos dois anos de experiência profissional no país de origem, geralmente no serviço público. Não podem ter visto de residência (green card) nos EUA ou qualquer outro país desenvolvido, nem estar estudando para ou já possuir um diploma de graduação ou pós-graduação concedido num país desenvolvido. Preferência para mulheres e candidatos com dificuldades econômicas.

Inscrições: Para bolsas iniciando em outubro/2010: final de julho de 2010.

Observações: Cerca de 20 bolsas são oferecidas por ano especificamente em Cambridge.

Valor: Cobre taxas universitárias (e de Colleges onde necessário), dá uma bolsa de subsistência “suficiente para um aluno solteiro” incluindo gastos com livros. Também paga uma viagem de ida/volta para o país de origem, incluindo passagem e outras despesas.

Mais informações: http://www.worldbank.org/wbi/scholarships/JJWBGSP-home.html.


2.6. Japan-IDB Scholarship Program – Northern Hemisphere Program

Instituição concedente: Inter-American Development Bank.

Tipo de bolsa/duração: Mestrado.

Área: Mestrado em áreas relacionadas com desenvolvimento (development-related fields), como ciências sociais, negócios, administração pública ou outras áreas correlatas (exceto Direito e Medicina).

Critérios de seleção: Ser cidadão de um país membro (o Brasil está incluído), ter menos de 40 anos, gozar de boa saúde, possuir graduação relacionada com a área que pretende estudar, ter obtido a graduação com destaque acadêmico, ter um mínimo de dois anos de experiência de trabalho con uma agência pública, organizacão de serviço público, ou em um instituto de pesquisa no país de origem ou residência, estar admitido (mas não ter começado os estudos). Ao concluir os estudos o candidato deverá regressar ao país de origem e trabalhar por pelo menos dois anos.

Inscrições: não será oferecida em 2010.

Valor: a bolsa cobre os custos da universidade e custos de seguro de saúde. A bolsa poderá cobrir os custos de subsistência durante o período de estudo. São também oferecidos os custos de instalação, passagem aérea (ida e volta) e uma ajuda de custo para livros.

Mais informações: http://www.iadb.org/int/jps/main.asp?lg=en.


2.7. Bolsa da Fundação Estudar

Instituição concedente: Fundação Estudar.

Tipo de bolsa: graduação e pós-graduação (não são concedidas bolsas para cursos de especialização ou programas profissionalizantes de pós-graduação, conhecidos como MBA genérico no Brasil). Não existe um número fixo de bolsas concedidas por ano. Isso depende do potencial e capacidade dos inscritos em cada processo seletivo.

Área: LLM (Master in Laws), M.A. (Master in Arts), MBA (Master in Business Administration), MPA (Master in Public Administration), MPP (Master in Public Policy) e M.Sc (Master in Science).

Critérios de seleção: Podem participar todos os brasileiros (natos ou naturalizados), desde que estejam inscritos, ou em processo de aceitação, em instituições de ensino de alto nível, no Brasil ou no exterior, e atendam aos pré-requisitos da categoria de bolsa que desejam obter. Os critérios de seleção variam conforme a categoria da bolsa solicitada. Basicamente, é esperado que o candidato apresente excelência acadêmica, ética, comprometimento com a sociedade e alto potencial de impacto em sua área de interesse. Também é necessário que o bolsista já tenha sido aprovado para ingressar na instituição para a qual ele pleiteia a bolsa de estudo.

Inscrições: O processo seletivo é anual, sempre ao longo do primeiro semestre de cada ano. As inscrições se iniciam sempre no início de janeiro e ficam abertas até meados de março de cada ano. O processo seletivo é composto por 8 etapas e termina em junho. Em 2010 as inscrições terminaram 21 de março.

Valor: A bolsa pode cobrir despesas de pagamento das mensalidades ou anuidades dos cursos e/ou despesas de manutenção (moradia, transporte, alimentação e livros). Na avaliação das necessidades financeiras do candidato, é importante que estejam descritas todas as despesas envolvidas para o bom aproveitamento do candidato em seu curso. Todas as bolsas são parciais e não cobrem 100% das despesas envolvidas.

Mais informações: http://www.estudar.org.br.


3. Bolsas em Universidades específicas

3.1. University of Cambridge

Diversas bolsas e auxílios são oferecidos pela Universidade como um todo, bem como por seus departamentos e Colleges e também por organismos externos.

Informações gerais sobre bolsas em Cambridge podem ser encontradas no sitehttp://www.admin.cam.ac.uk/univ/gsprospectus/funding/.

Recomenda-se olhar com atenção a seção “College Postgraduate Awards”. Existem literalmente dúzias de bolsas, muitas porém de alçada bastante específica.

Uma exceção importante são os Gates Scholarships.

Instituição concedente: Bill and Melinda Gates Foundation.

Tipo de bolsa: Doutorado (3 anos) ou Mestrado (1 ano).

Área: todas.

Descrição: Começando em 2001, a fundação do Sr. Microsoft passou a financiar cerca de 100 bolsistas/ano em Cambridge. Apesar de ser aberto a pessoas de todas as áreas e origens, cerca de metade das bolsas é reservada a cidadãos dos EUA. Em tese, bolsistas devem demonstrar “preocupação em atacar problemas globais relacionados com educação, tecnologia, saúde ou igualdade social”. Na prática praticamente todas as áreas são consideradas.

Critérios de seleção: Mérito acadêmico e “potencial de liderança”. As bolsas estão abertas a pessoas de todo o mundo. Preferência é dada a candidatos menores de 30 anos.

Inscrições: Para bolsas iniciando em outubro/2011, os candidatos devem enviar um formulário preliminar de inscrição que será disponibilizado em setembro/2010. Para mais detalhes do processo veja o site abaixo.

Observações: Recomenda-se também aplicar para uma bolsa ORS do governo britânico (v. acima).

Valor: Cobre taxas universitárias e dos Colleges, e dá uma bolsa de subsistência “suficiente para um aluno solteiro”. Também dá uma passagem de ida/volta para o país de origem.

Mais informações: http://www.gatesscholar.org/.


3.2. University of Oxford

Assim como em Cambridge, várias bolsas são oferecidas tanto pela Universidade em si como por seus Colleges e departamentos. Informações gerais, inclusive dicas e links para diversas outras fontes de informação sobre bolsas no Reino Unido e mesmo outros países estão na página http://www2.admin.ox.ac.uk/studentfunding/awards/search.php5.

Recomenda-se olhar com atenção a seção “College Scholarships”, na páginahttp://www.admin.ox.ac.uk/gsp/finan/colls.shtml.


3.3. University of London

A Universidade de Londres é uma federação formada por uma série de campi, institutos e escolas essencialmente independentes, alguns dos quais são restritos a certas áreas específicas do conhecimento e outros são praticamente universidades completas. Cada uma dessas unidades oferece um certo número de bolsas em áreas específicas, algumas das quais são abertas a candidatos brasileiros (é preciso verificar caso a caso). Para mais detalhes veja as páginas relativas a cada unidade, por exemplo:


3.4. Outros

O British Council no Brasil possui uma página, de título “Partial scholarships and grants offered by British institutions”, listando diversas bolsas e auxílios disponíveis para brasileiros desejando cursar uma pós-graduação no Reino Unido:http://www.britishcouncil.org.br.

Fiquem sempre ligados no site da ABEP. Recebemos recentemente informações do atual diretor do Eastman Dental Institute, Faculdade de Odontologia da Universisty College London (UCL) a respeito de uma bolsa voltada para estudantes de países em desenvolvimento voltados para pesquisa com alguma experiência no currículo. Chama-se Marie Curie International Incoming Fellowships.

Prazo: 17 Agosto 2010, 17:00 (Brussels local time).

Mais informações: http://www.abep.org.uk/resources/anexos/bolsas/marie-curie-2010.pdf.

Note que, apesar do título, muitas dessas bolsas são integrais, embora frequentemente sejam também específicas a uma área e/ou universidade.

Além disso, o programa Erasmus mundus também oferece algo parecido com o extinto programa Alban, porém para o mundo todo e não somente América Latina.

Links de interesse:

http://www.universia.com.br

http://www.programabolsa.org.br (bolsa voltada para minorias)